quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Enfie a cara na lama

Estar no meio de uma confusão, sem alternativas, sem perspectiva te faz sentir pior que merda. Mas essa é uma situação única que se pode aprender muito. É nessas confusões que você aprende a deixar as frescuras de lado. É aí que você prova que é melhor que pessoas perfeitas, com tudo planejado e resolvido. Pessoas que são simétricas e só veem linhas retas. É como se não pudessem conceber o que aconteceria se alguma coisa saísse mal. O mundo não é simétrico e linhas retas não existem. É preciso ter imaginação. É preciso enfiar a cara na lama as vezes. As vezes é isso que tem de ser feito. Você tem que conhecer o aperto. Acho que você pode escrever com satisfação e liberdade depois de passar pelo aperto. Se vai tentar algo, esteja disposto a pagar o preço.
O preço de uma boa lição é um bom desastre.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Sinta mais, viva mais.


Eu poderia meditar por 50 anos em um templo, poderia fazer uma grande reflexão sobre mim mesmo, poderia fazer uma grande análise sobre os problemas do mundo, poderia começar uma revolução agora mesmo.
Mas isso não seria grande coisa. Qualquer babaca pode se fazer de sábio hoje em dia.

Nossa existência é tão pequena. É mísera no tempo. Talvez até mudar a si mesmo para se tornar aceitável seja errado.

Nós pensamos demais. Sinta mais, pense menos.
Viva intensamente. Isso é eterno.

sábado, 13 de junho de 2009

você já se olhou no espelho no escuro?
é uma coisa estranha de se fazer.
só se ve sua forma
nada mais que uma sombra
e escuridão.
escuridão. somente.
é como se o mal estivesse a sua volta.
mas você está cansado demais pra se preocupar com isso.
deixa ele lá. pior não pode ficar.

mas sempre fica.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

espírito e forma

quando
o
espírito
desaparece
a
forma
aparece.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Untitled 2

Você boicota seu cérebro e seu coração
e responde com os punhos.
Eu não ligo.
Você pode quebrar a carapaça,
mas nunca vai entender o que tem dentro.
É complexo demais para sua visão medíocre.
Você não consegue ver além do seu pré-julgamento. Idiota.

domingo, 3 de maio de 2009

O declínio.

Somos todos iguais.
Todos vivemos da mesma maneira
Choramos como irracionais
Rimos das mesmas piadas
Compartilhamos os mesmos conhecimentos
Brigamos pelos mesmos ridículos motivos
Compramos as mesmas mentiras em liquidação
Esquecemos do conteúdo
Fingimos não ter ideais
Desistimos de nos rebelar
Sabemos a verdade,
mas preferimos as mentiras.
Preferimos o conforto.
Vivemos em declínio.

terça-feira, 21 de abril de 2009

A essência da vida.

Eu queria poder juntar todas as coisas pequenas.
Todos os pequenos momentos que me fizeram voar.
Todos os pequenos gestos com enormes significados.
Todas as simples palavras que explicaram o inexplicável.
Todas as pequenas ações que me fizeram sentir forte
tão forte que nada pode me atingir.

Eu queria poder juntar tudo isso
e guardar
pra nocautear a morte
com minha essência de vida,
quando a hora chegar.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Untitled

Alguns são ricos e alguns são pobres. Alguns são bons e outros ruins. Alguns são velhos, outros são crianças. Alguns nem vieram ainda, mas já fazem parte. Uns sofrem e outros desfrutam. Uns mandam e outros obedecem. Uns riem e outros choram.
Mas todos estão em guerra,
todos lutam
e todos querem ganhar.
As vezes o que precisamos é somente uma.
Pra lutar do seu lado
ou simplesmente te apoiar.
Uma dentre seis bilhões.
Uma pessoa faz toda a diferença.
Você faz a diferença, eu faço a diferença, ela faz a diferença.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Toda sua vida.



Eu sei que você reclama da falta de tempo.
Pare para pensar agora quanta energia você gasta em seu momento de fúria. Fúria por um motivo que você não consegue lembrar dois dias depois. Uma fúria que não tem sentido.
E é assim que seu tempo passa. Longos minutos, horas, dias, meses, anos, uma vida inteira de fúria. Que você nunca poderá viver de volta, porque você nunca viveu de verdade. Já está morto faz muito tempo. E já é tarde demais.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

mediocridade.

É incrível como somos medíocres. Como procuramos ficar na média, como somos automáticos, como procuramos igualdade. Como gostamos da democracia, como acenamos a cabeça simbolizando um “sim, eu aceito sem reclamar”. Como assistimos tudo passivamente, como pensamos que “em time que está ganhando não se mexe”, sem nem saber o que é uma vitória.

sábado, 28 de março de 2009

Os capítulos finais

Cada dia tem que me convencer do que acredito ou não.
Cada dia você fica um pouco mais velho e tudo fica mais difícil.
Cada dia você sente a crise chegando um pouco mais perto do seu bolso.
Cada dia você vê a torneira secar um pouco mais.
É impossível não se perguntar se já chegamos nos capítulos finais

E silenciosamente os impérios de hoje vão virando as ruínas de amanhã.

domingo, 22 de março de 2009

Insanidade

Todos os dias, ele chega em casa, liga a TV e assiste ao show de horrores. Uma morte aqui, outra ali, outra lá. Por que você não se importa? Ele sabe que você diz “Mas que coisa horrível. Pobre coitado”, mas no dia seguinte nem se lembra mais.

E é pela sua superficialidade em tudo que ele escreve, filosofa, critica e analisa. E o faz com todas suas forças. Mesmo com a dor e o sofrimento de ser um covarde, um punk, um cachorro louco por glória, um vagabundo fracassado. Insano. Mesmo com a impossibilidade de ser humano. Não importa.

Ele sabia que era somente um perdedor, mas um honrado e com algo na cabeça. Tudo o que queria era mover este impossível pedacinho de luz, que lhe iluminava, em nossa direção.

Mas tudo que ele conseguiu na vida foi “Escritor fracassado suicida-se.” em uma pequena coluna de um jornal impopular. Pobre coitado, nem me lembro o nome dele. Poderia ser Platão, poderia ser Nietzsche, poderia ser Jesus Cristo. Mas nós não quisemos escutar.

Triste luz que se apaga.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Sobre virtudes sociais

Vou tentar falar um pouco de coisas boas. Coisas que alegram um dia. Coisas pequenas que te fazem sentir tão bem, que seus pés saem do chão.
Porque eu não escrevo coisas tristes. Escrevo o que eu considero como verdadeiro e a verdade é uma coisa ótima!
Mas as mentiras se saem melhor com 'felicidade', 'coisas boas', 'simplicidade', 'tradição', 'compaixão' e 'paz'.
Quem precisa da verdade, então?

Mentiras são ilusões,
mas o que me importa
se o que vejo nelas é sempre tão bom?

Atenção, este texto contém ironias.

terça-feira, 10 de março de 2009

Sobre vícios sociais.

Alguns dizem que nunca devemos desistir daquilo que queremos. Porém, o caminho para alcançarmos é longo, árduo e cruel. Mesmo assim, não há nada melhor que alcançar o grande desejo. Dias que brilharão em nossas mentes. Dias que nos sentiremos imortais.

Mas, e quando o seu desejo entra em conflito com o meu, com o dele, com o de todos? Nossa realização começa quando a sua acaba. Até que ponto devemos lutar, então? Alguns se cegam tanto com suas paixões e sonhos que não conseguem ver o bem maior. Falam tanta besteira que ficam surdos para quando o dever chama. Orgulho, rancor, má vontade.

Essas, são pessoas que superam tudo com indiferença, tomam conta de ignorar os pesos da consciência, fazendo sua própria vontade. É simples como cantar qualquer refrão. Por isso, não sinto inveja de seu sucesso. Suas causas são infames e vulneráveis. Tornam o homem porco e pobre em valores.

Vivemos em falta de harmonia com a unidade. Temos o necessário, mas não satisfazemos as nossas vontades. Ganância, egoísmo e egocentrismo.

Se não somos capazes de abrir as mãos de privilégios, o bom senso é a simples solução.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Game Over


E se morrêssemos como um qualquer?
Vão te esquecer um dia,
nada vai ficar
e você não pode fazer nada por isso.
Eu e você
sairemos como chegamos
nus e sem nada.

O que importa numa vida, então?
na verdade, acho que não é uma questão sobre quem vence
e sim sobre como você joga.
Não que a vida seja um jogo.
Mas pensando dessa forma,
o clichê do final feliz é bem vindo pra mim.
Jogue como se o 'Game Over' nunca fosse vir.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Amor



Você é tão desesperado pra sentir algo
que é capaz de dizer qualquer coisa.
Diz que é feliz, diz que sente-se livre,
diz que ama.

Como pode dizer que ama alguém?
Com mais de seis bilhões de opções para amar
você diz que ama quem está aí do seu lado.
Há tantas pessoas que você amaria mais, amaria de verdade
se conhecesse.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Já se olhou hoje?

Todos seus amigos, sua família
Seu emprego bonificado com status,
Seu cachorro, sua TV de plasma, seu computador de última geração,
Sua conta no banco, a comida na geladeira,
Suas festas arrasadoras, suas mulheres bonitas e sem conteúdo,
Sua bebida, sua mesa de sinuca, sua coleção de livros nunca lidos.

Toda sua lista de coisas frágeis como copos,
Ilusórias como seus sonhos
E falsas como a porcaria de um discurso em tempos de eleição.

E mesmo assim, você não agüenta perder tudo isso.
Quando foi a última vez que você olhou no espelho?
Quando foi a última vez que você gostou do que viu?
Quando foi a última vez que você sentiu que a felicidade
Estava dentro de você?

Não sou cigano ou algo parecido,
Mas aqui vai uma fórmula mágica:
Se você tiver felicidade dentro de você
Você pode ser feliz aqui ou na lua.
Mas, cara, se você se identificou com os parágrafos anteriores,
Você vai se dar mal aqui, na lua e em todo sistema solar também.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Parabéns!

É o sorriso mais triste que eu já vi. O que, vai me dizer que não está feliz de verdade? Você conseguiu o que queria! Mas ok, vamos ser sinceros, nem sempre o que você quer vai te fazer feliz. Este sonho nem era seu, pra falar a verdade. É o modelo de felicidade e sucesso que você comprou em promoção. E você caiu direitinho nele. Mas não se sinta idiota, nem manipulado. Você conseguiu tudo, parabéns! Seguiu o manual e completou todas as tarefas com êxito. Poucos conseguem, tenho que admitir. É difícil encontrar pessoas talentosas e fáceis de enganar. Mas não leve isso pro lado pessoal, estamos aperfeiçoando nossos métodos. Outros como você chegarão em breve. Agora, finja que não ouviu nada disso e vamos melhorar esse sorriso. Quem tem que começar a enganar agora é você. Por falar nisso, as crianças querem te ver, você é um exemplo para elas agora.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Espíritos miseráveis

Aqui estamos então, no paraíso, nos achando melhor que tudo e todos. Nos iludindo, pensando que entendemos o mundo, que nossos problemas vão se resolver, que a ciência irá curar o câncer, que nós vamos vencer.

Nós não vamos vencer. Nós não conseguimos vencer nem a nós mesmos. Esta guerra já nos destruiu. Estamos mortos.

Talvez nós sejamos apenas espíritos miseráveis mesmo. Nós nos esquecemos do imenso poder que tínhamos, correndo em nossas veias. Ligamos o piloto automático. Ficamos só esperando acontecer. Esperando o final, esperando uma catástrofe, esperando algo que nos tire do espetáculo e coloque-nos de volta na Terra.

Mas não aconteceu. E este é nosso paraíso agora. Fingimos que esse é nosso vitorioso final.

Mate-me,por favor, para que eu possa viver de novo. Para eu sentir o poder correndo nas veias novamente. Para eu ser mais que uma sombra com um coração que bate.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Solidão


E você me diz que solidão é a pior coisa do mundo,
enquanto fica perdido, sozinho.
Sem saber ocupar seu tempo,
reclama de tédio
mas tem preguiça de procurar a felicidade.
Tenho pena.
Pessoas que não conseguem aguentar a si mesmas.
Dão desculpas para fugir da imagem no espelho.
Chegam até a dizer que a solidão é ruim e triste.

Aproveite sua solidão,
Tem um gosto muito parecido com liberdade.
Aproveite sua individualidade,
Tem um gosto bem parecido com independência.
Aproveite o tempo que passa sozinho,
Tem um gosto parecido com solidão e individualidade.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Confissões de um cafézinho.


Não me importa se voce gosta quente,
eu sou frio.
Não me importa se voce gosta frio,
eu sou quente.
Não me importa se voce gosta forte,
eu sou fraco.
Não me importa se voce gosta fraco,
eu sou forte.

O problema é se voce me quiser morno,
ou médio, ou mais ou menos.
Não vou ser.Isso me faz vomitar.
É como você pedir uma xícara meio vazia
e ganhar uma meio cheia.
Apesar delas serem a mesma coisa,
voce não ia gostar.

Nunca irei te agradar totalmente,
apesar de voce raramente ter essa ilusão.
Serei sempre desse jeito,
um cafézinho que 'queimou' a língua do assistente
mas que o patrão reclamou por estar frio.
Forte pra Maria, fraco para o João.
Com leite pro Zé, sem açúcar pro Juca.
doce demais, velho demais, tradicional,
expresso, com chantily.

Cafézinho.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Afinal?



E por que estamos aqui,
a não ser para trazer felicidade,
para preencher com amor,
para questioná-lo
e te por em reflexão?
Ou então para responder
perguntas que não tem resposta.
Para completar uma vida
e fazer com que ela valha a pena
e ganhe um sentido.
Para viver tão intensamente
que os dias brilharão como as estrelas
e as noites queimarão como fogo.
Até que finalmente, quando a hora chegar,
a morte tenha medo de buscar-nos?